Posicionamento Kango – Arena Pantanal

Foram muitas as notícias que surgiram na Mídia nos últimos dias sobre o caso da Arena Pantanal. Especulações, informações desencontradas e incompletas, dando a entender que o Processo de Licitação das Cadeiras da Arena Pantanal foi cancelado por alguma irregularidade no contrato ou da empresa Kango Brasil Ltda.
Sendo assim, estamos disponibilizando em nosso site os fatos que realmente aconteceram e, desde já, nos colocamos à disposição de todos os veículos de imprensa que estejam interessados, a esclarecer qualquer dúvida que possa ter permanecido.

Diferença de Valores
Foi ventilada uma informação de que as cadeiras da Arena Pantanal possuem um valor 250% acima em relação aos assentos do Estádio Mané Garrincha, contudo, pouco explicou-se sobre os reais motivos dessa distância de valores.
A Kango Brasil não foi a responsável pelas instalações das cadeiras no Mané Garrincha, a vencedora nesse processo foi a empresa Desk, sendo assim ela a responsável pelos materiais.
Além disso, temos outros dois fatores que influenciaram diretamente no preço, impedindo que os valores fossem equivalentes: as cadeiras solicitadas para a Arena Pantanal é muito mais sofisticada e com qualidade muito superior àquelas instaladas no Estádio Mané Garrincha. Outro fator importante é que houve isenção de impostos no caso da concorrência vencida pela empresa Desk, portanto o valor unitário de cada assento pode ser reduzido.
Sendo assim, fica impossível compararmos os valores das duas Licitações, pois as condições e os produtos foram completamente diferentes.

Direcionamento de Concorrência
Foi publicado em algumas mídias que a Kango Brasil havia sido privilegiada e tornou-se a única empresa a participar da licitação das cadeiras da Arena Pantanal, alegando que todas as outras empresas haviam sido desclassificadas da disputa.
Esta é outra informação que foi veiculada da maneira incorreta, pois dentro da própria formação de uma licitação, não é possível que a mesma seja realizada apenas com uma concorrente, esse modelo é denominado como uma “compra exclusiva”, ou seja, o governo apenas realizaria uma compra simples na Kango, sem a necessidade de nenhum tipo de concorrência, tendo em vista que ela seria a única fornecedora (na teoria), do produto procurado.
Este foi um processo lícito, onde a Kango Brasil foi a vencedora por oferecer as melhores condições dentro aquilo que foi proposto entre as empresas que eram habilitadas a executar o trabalho, e teve interesse em continuar no processo.
Prazo de Instalação
O prazo para o término das instalações que foi veiculado na imprensa (janeiro de 2015) não foi explicado de maneira correta. Como a Arena Pantanal é um Estádio que irá fazer parte da Copa do Mundo, a FIFA exige um “espaço”, dentro das arquibancadas para que seja montada (por ela) a área destinada à imprensa que irá realizar a cobertura do evento.
Sendo assim, uma parte da arquibancada deverá ficar sem a inserção das cadeiras até o término do evento e depois disso as cadeiras restantes serão instaladas, essas sim no prazo de janeiro de 2015, conforme previsto em edital da licitação.
Não existe nenhum tipo de acréscimo financeiro para a instalação das cadeiras no prazo exigido pela FIFA para a realização da Copa do Mundo, nem mesmo para o término do trabalho que será realizado após o término do evento.

Cancelamento do Processo
A grande maioria dos veículos de comunicação se exaltou na divulgação dos reais motivos que resultaram no cancelamento do contrato e abertura de um novo processo. Foram citados como motivos: indícios de superfaturamento e direcionamento.
Dentro do próprio comunicado do governo, justificando o cancelamento, nada disso foi ao menos citado. As explicações cedidas foram que, de acordo com o endividamento pré-adquirido pelo Estado do Mato Grosso, não haveria a necessidade de assentos tão modernos e um produto de menor qualidade atenderia as exigências da FIFA, possibilitando assim uma economia frente às despesas que já ultrapassaram as previsões do governo.

Novo Processo
A Kango Brasil afirma que abriu mão de participar do novo Processo de Licitação aberto para as cadeiras da Arena Pantanal, tendo por pressuposto que já é a vencedora legal do processo realizado anteriormente.

Mais uma vez deixamos claro que a Kango coloca-se à disposição dos veículos de imprensa que tenham interesse em apurar o caso. Somos uma empresa de tradição, que tem por missão realizar processos éticos e transparentes.

Design by Duplo D . Desenvolvimento Codemix